História do Ensino da Liga

A Liga Contra o Câncer foi fundada em 17 de Julho de 1949, depois da luta de Dr. Mário Kroeff, na década de 30 criando o Centro de Cancerologia no Serviço de Assistência Hospitalar do Distrito federal no Rio de Janeiro. Ele mesmo enviou um telegrama para Dr. Luiz Antônio anos depois, sugerindo a criação de uma entidade de luta contra o câncer aqui no Estado do Rio Grande do Norte.

Dada a importância do ensino e pesquisa na área hospitalar, a Liga Contra o Câncer criou, em 17 de Julho de 1989, no Hospital Dr. Luiz Antônio, nas Quintas, com auditório com capacidade para 50 pessoas, e sala administrativa o Departamento de Ensino, Pesquisa e Educação Comunitária- DEPECOM, com Direção de Dr. Fernando Medeiros, tendo em vista a necessidade encontrada no curso médico, o departamento era responsável pelo ensino e pelo desenvolvimento de Pesquisas em áreas ligadas à atenção oncológica e com missão de “Promover o Ensino, a Pesquisa e Educação Comunitária em oncologia, proporcionando melhoria continuada dos funcionários, acadêmicos e da comunidade”.

Com a alta demanda de alunos na instituição, procura de conhecimento cientifico de qualidade e a possibilidade de realização de estudos e pesquisas no tocante a prevenção, o diagnóstico e o tratamento oncológico foi criada em 17 de Julho de 1999, a Biblioteca Dr. José Tavares – BDJT. Construída no prédio anexo ao Hospital Dr. Luiz Antônio – HLA.

Em 2001 foi criada uma Especialização em Mastologia, embrião da nossa primeira residência Médica. Em 2004, o MEC aprovou as primeiras vagas de residência médica nas áreas de Mastologia e Radioterapia. As vagas de Oncologia Clínica e Cirurgia foram aprovadas em 2005 e nossa última expansão foi concretizada em 2014 com os programas de Cabeça e Pescoço e Patologia. Hoje atualmente, oferecemos à sociedade 07 Programas de Residência Médica, entre eles: Cancerologia Clínica, Cancerologia Cirúrgica, Cancerologia Pediátrica, Cirurgia de Cabeça e Pescoço, Mastologia, Patologia e Radioterapia. Concomitantemente, em 2005, surgia o Comitê de Ética em Pesquisa – CEP e o Departamento de Pesquisa Clínica, para agrega-se a área de ensino. O departamento de Pesquisa Clínica trabalha com estudos clínicos de fase II e III ligado às Indústrias farmacêuticas, com o intuito de testar novas drogas nos pacientes com neoplasias malignas. Em paralelo a pesquisa o departamento ofertava entre formação, capacitação, participação em Eventos como Congressos, Jornadas, Simpósios e Workshop, além de estágios curriculares obrigatórios e visitas técnicas.
Em 17 de Julho de 2018, o departamento foi ampliado e recebeu o nome de Escola de Oncologia da Liga. Dispõe de oito vagas de residência médica cedidas pelo Ministério da Educação, por meio do sistema da Comissão Nacional de Residência Médica (CNRM), nas áreas de Mastologia, Radioterapia, Cancerologia Clínica, Cancerologia Pediátrica e Cancerologia Cirúrgica.

A Escola faz parte do Programa Institucional de Bolsas para Iniciação Científica (PIBIC), que é destinado a preparar alunos de graduação para a atividade de pesquisa. Atualmente, oferece 14 bolsas para desenvolvimento de pesquisas.

A disciplina de oncologia do curso de medicina da Universidade Federal do Rio Grande do Norte – UFRN e Universidade Potiguar UnP, são ministradas por profissionais da Liga Contra o Câncer, em aulas que são realizadas nas dependências da instituição.

Escola de Oncologia

Dada a importância do ensino e pesquisa na área hospitalar, a Liga Contra o Câncer criou, em 1989, o Departamento de Ensino, Pesquisa e Educação Comunitária (DEPECOM), responsável pelo ensino e pelo desenvolvimento de Pesquisas em áreas ligadas à atenção oncológica.

Em 17 Julho de 2018, o departamento foi ampliado e recebeu o nome de Escola de Oncologia da LIGA. Dispõe de oito vagas de residência médica cedidas pelo Ministério da Educação, por meio do sistema da Comissão Nacional de Residência Médica (CNRM), nas áreas de Mastologia, Radioterapia, Cancerologia Clínica, Cancerologia Pediátrica e Cancerologia Cirúrgica, e seis de Residência Multiprofissional em Saúde nas áreas de Enfermagem, Nutrição e Farmácia. A Escola também faz parte do Programa Institucional de Bolsas para Iniciação Científica (PIBIC)do CNPq, que é destinado a preparar alunos de graduação para a atividade de pesquisa. Atualmente, oferece 14 bolsas para desenvolvimento de pesquisas.

Em 2017 criou-se 1ª Pós Graduação Lato sensu da Liga na área de Enfermagem em Oncologia. Possui convênio com diversas Instituições de Ensino Superior sendo cenário de formação de práticas curriculares em saúde semestralmente. O Ensino da LIGA fomenta diversos cursos de capacitação, simpósios e jornadas mensalmente além do congresso da LIGA que atualiza bianualmente os profissionais da área de oncologia.